quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Foi sem querer III

-Como tudo começou-

A amizade vinha dos tempos de inocente meninice, ou como costumam dizer : dos tempos de escola. Estudaram juntas quase que a vida inteira. Mas foi logo no começo do ensino médio, que os laços se estreitaram. Não haviam mais amiguinhas manipuladora, interesses em ser a mais popular, briguinhas por meninos, ou fofoquinhas. Cresciam, e o mundo adulto começava a chegar.
Elas foram tomando conhecimento do que eram e, quem eram. As formas tomaram definições.
As semelhanças e afinações foram aparecendo e tornando-se cada vez maiores e, evidentes. Já não se desgrudavam mais, tornaram-se confidentes, parceiras de trabalhos, companhias de shows. Sim, claro mesmo com tantas semelhanças, eram um tanto quanto diferentes. Porém uma amizade que vem dando certo.
Ambas queria passar para a mesma faculdade, porém em cursos completamente diferentes. Os anos foram passando e a faculdade foi ficando cada vez mais perto. Nina, estudava feito louca, queria passar, precisava passar. Já não aguenta viver em casa, dividir o quarto com a irmã. Não que ela não amasse, mas precisava de privacidade e era muito diferente da sua irmã mais nova. A faculdade era quase uma ideia de refúgio.
Fê, queria mesmo curtição, nunca fixou-se muito na Terra, sempre avoada, sabia que queria fazer algo onde pudesse expor suas ideias, suas sensações. Queria sair de casa, só com o único propósito de poder sair e não ter hora para voltar. Fazer o que der na telha, queria ser dona da sua vida. Não dar satisfações de nada, para ninguém.
Até hoje, Nina não sabe como a Fê conseguiu passar no vestibular, ela foi fazer a prova praticamente no "brilho" e, estudou tão pouco. Mas teve que admitir, a amiga realmente é inteligente, criativa e malandra. Sempre se deu bem na escola sem maiores esforços.
Ainda no colégio, prometeram então dividir o apartamento. E foi dito e feito, mas que briga para escolher um lugar para morar. Porém isso logo foi arranjado. Até pq não poderiam se dar ao luxo de escolher aréas nobres e grandes prédios. Fê já tinha 18 anos quando se mudaram. Enfim, liberdade. Nina estava feliz.
Fê tinha acabado de tirar a carteira de motorista, porém não tinha carro. Nina tinha ganho um fusca de seu pai, carro qual ela era apaixonada, mas ainda não tinha idade para dirigir. Brigavam feio quando Fê queria ir para as noitadas no fusca de Nina, mas no fundo sempre conseguia ir. Tinham uma amizade linda, realmente uma parceria muito forte. Quando uma estava triste, a outra logo tratava de animá-la. A vide não era fácil, mas elas tornavam o mais fácil possível.
Mas, um dia as coisas começaram a mudar, Nina estava completamente apaixonada. Um carinha de biologia. Sua principal confidente era a Fê, foi para quem Nina logo contou o que se passava.

Continua...

2 comentários:

  1. Ansiosa pela continuação...
    (Me perdoe a demora para voltar aqui ^^)

    Beijos

    ResponderExcluir